Cursos presenciais Fisiofocus TV Blog Contacto

Fisioterapia Pediátrica: A Intervenção do Fisioterapeuta na Criança com (Dis)Função do Movimento


pediatria-principales-trastornos_CROP.jpg

Programa

Esta formação tem reconhecimento científico e só pode ser realizada por fisioterapeutas e estudantes do 4º ano de fisioterapia.

______________________________________________________________________________


Dia 1

  • 9.00 – 10.30: Movimento como fonte de Aprendizagem: as bases da Neuronal GroupSelectionTheory.

Movimento: uma questão de output ou de input?

A importância das vivências sensoriomotoras na organização do fenótipo motor da criança.

  • 10.30-10.45: Intervalo
  • 10.45 – 13.00: Experiênciasensoriomotora de base para o desenvolvimento da Criança dos 0 aos 6 meses.

Organização do padrão postural predominante e características da base de suporte que possibilitam o movimento espontâneo e o movimento dirigido.

  • 13.00 – 14.00: Almoço
  • 14.00 – 15.30: (Re) Organização de estratégias/contexto para a participação da criança(prática).

O papel do manuseio do fisioterapeuta, da organização ambiental e da educação à família/cuidadores.

  • 15.30 – 15.45: Intervalo
  • 15.45 – 17.30: Análise de casos clínicos – discussão do processo de raciocínio clínico, com base nos domínios da CIF.

Formulação de hipóteses de diagnóstico em fisioterapia com base na relação entre os domínios em análise.

O estabelecimento do prognóstico com base no potencial para a mudança e oportunidades de participação.

Dia 2

  • 9.00 – 10.30: Experiênciasensoriomotora de base para o desenvolvimento da Criança dos 6 aos 12 meses.

A variabilidade de oportunidades de experiências como “motor” do desenvolvimento global da criança.

  • 10.30-10.45: Intervalo
  • 10.45 – 13.00: (Re) Organização de estratégias/contexto para a participação da criança (prática).

A integração dos princípios da intervenção nas rotinas da criança/família.

  • 13.00 – 14.00: Almoço
  • 14.00 – 15.30: E a família/Cuidador? Como integrar?
  • 15.30 – 15.45: Intervalo
  • 15.45 – 17.30: Análise de casos clínicos – discussão do processo de raciocínio clínico, com base nos domínios da Classificação Internacional da Funcionalidade (CIF).

Formulação de hipóteses de diagnóstico em fisioterapia com base na relação entre os domínios em análise.

O estabelecimento do prognóstico com base no potencial para a mudança e oportunidades de participação.

Introdução

A intervenção do Fisioterapeuta na área da pediatria deve ter por base um conhecimento exaustivo dos mecanismos de controlo motor, com especial relevo dos processos de desenvolvimento e maturação do sistema nervoso. Igualmente fundamental é o conhecimento aprofundado dos componentes do desenvolvimento sensório-motor típico. Estas competências, aliadas à capacidade de análise do comportamento global da criança constituem o pilar do processo de raciocínio clínico norteador da intervenção nesta área específica. Assim, torna-se essencial para o Fisioterapeuta que intervém na pediatria manter uma contínua atualização científica, aliada à permanente discussão de casos clínicos inserida numa equipa interdisciplinar, no sentido de responder com a máxima responsabilidade ao desafio que advém de contribuir para a capacitação da criança e respetiva família, fomentando o seu potencial máximo de desenvolvimento nos vários contextos onde atua. Assim, este Curso foi desenhado no sentido de possibilitar um momento de partilha e discussão entre profissionais que atuam nesta área, pretendendo constituir uma mais valia que se repercuta diretamente na prática clínica com as crianças e suas famílias. Desta forma, aliando a base do conhecimento científico à experiência na observação do comportamento neuro-motor da criança nas inúmeras interações a que é sujeita, espera-se que os participantes desenvolvam as suas competências no processo de raciocínio clínico, justificando o caminho definido para as estratégias de intervenção. Estas deverão sempre objetivar uma influência sobre o processo de aprendizagem, garantindo que através da repetição variada de tarefas significativas o processo fisiológico de seleção das redes neuronais durante o período de desenvolvimento seja o mais adequado, dando assim oportunidade à criança de explorar todo o seu potencial de participação.

Objetivos

  • Compreender os processos de desenvolvimento e maturação neuronais subjacentes ao desenvolvimento global da criança.
  • Relacionar os componentes do desenvolvimento sensório-motor com as vivências da criança.
  • Discutir estratégias de intervenção na criança face ao processo de raciocínio clínico.

Razões para o formando frequentar o Curso:

  • Oportunidade de discussão entre pares do processo de raciocínio clínico em pediatria
  • Partilha de conhecimento relevante relativo ao desenvolvimento da criança com repercussão direta na prática clínica

Metodologia

O curso apresenta uma componente teórica (50%) e uma prática (50%). A componente teórica terá um carácter expositivo estimulando a participação ativa de todos os assistentes. A componente prática será efetuada entre os próprios alunos e recorrendo a modelos artificiais (bonecos).

Credenciação

Professores


Cláudia Silva

Licenciada Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto do Instituto Politécnico do Porto/Portugal.

Doutorada pelaFaculdade de Desporto da Universidade do Porto, Portugal, em Ciências do desporto com tese intitulada “Postural controlfunctionassociatedwithupperlimb performance in poststrokesubjects”.

Mestre em Ciência do Desporto - Atividade Física Adaptada, pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Professora Adjunta na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto do Instituto Politécnico do Porto/Portugal, na área de Neurologia (cursos de graduação e pós-graduação).
Supervisora de prática clínica / Orientadora de estudantes de graduação e pós-graduação (doutoramentos e mestrados) em fisioterapia.

Atualmente desenvolve prática clínica na área da intervenção em pediatria, inserida no contexto da Clínica Pedagógica da ESS.PP.

Curso avançado em reabilitação neurológica em adultos, fornecido pela InternationalBobathInstructors Training Association (IBITA) e em reabilitação neurológica de crianças, fornecida pela EuropeanBobathTutorsAssociation (EBTA).

Mais de 15 anos de experiência clínica e de docência, com dezenas de apresentações em reuniões nacionais e internacionais, e publicação de vários artigos em revistas internacionais.

Datas, hora e local

DATAS

7 e 8 de novembro de 2020

 

HORAS

Sábado das 8:30 às 13:00 e das 14:00 às 18:30 horas

Domingo das 8:30 às 13:30 horas

15 horas letiva

Como chegar

Associação Portuguesa de Solidariedade ''Maos Unidas” Rua Sarmento de Beires 19A, 1° andar 1900-410 Lisboa

Esta formação tem reconhecimento científico e só pode ser realizada por fisioterapeutas e estudantes do 4º ano de fisioterapia.

______________________________________________________________________________


Dia 1

  • 9.00 – 10.30: Movimento como fonte de Aprendizagem: as bases da Neuronal GroupSelectionTheory.

Movimento: uma questão de output ou de input?

A importância das vivências sensoriomotoras na organização do fenótipo motor da criança.

  • 10.30-10.45: Intervalo
  • 10.45 – 13.00: Experiênciasensoriomotora de base para o desenvolvimento da Criança dos 0 aos 6 meses.

Organização do padrão postural predominante e características da base de suporte que possibilitam o movimento espontâneo e o movimento dirigido.

  • 13.00 – 14.00: Almoço
  • 14.00 – 15.30: (Re) Organização de estratégias/contexto para a participação da criança(prática).

O papel do manuseio do fisioterapeuta, da organização ambiental e da educação à família/cuidadores.

  • 15.30 – 15.45: Intervalo
  • 15.45 – 17.30: Análise de casos clínicos – discussão do processo de raciocínio clínico, com base nos domínios da CIF.

Formulação de hipóteses de diagnóstico em fisioterapia com base na relação entre os domínios em análise.

O estabelecimento do prognóstico com base no potencial para a mudança e oportunidades de participação.

Dia 2

  • 9.00 – 10.30: Experiênciasensoriomotora de base para o desenvolvimento da Criança dos 6 aos 12 meses.

A variabilidade de oportunidades de experiências como “motor” do desenvolvimento global da criança.

  • 10.30-10.45: Intervalo
  • 10.45 – 13.00: (Re) Organização de estratégias/contexto para a participação da criança (prática).

A integração dos princípios da intervenção nas rotinas da criança/família.

  • 13.00 – 14.00: Almoço
  • 14.00 – 15.30: E a família/Cuidador? Como integrar?
  • 15.30 – 15.45: Intervalo
  • 15.45 – 17.30: Análise de casos clínicos – discussão do processo de raciocínio clínico, com base nos domínios da Classificação Internacional da Funcionalidade (CIF).

Formulação de hipóteses de diagnóstico em fisioterapia com base na relação entre os domínios em análise.

O estabelecimento do prognóstico com base no potencial para a mudança e oportunidades de participação.

A intervenção do Fisioterapeuta na área da pediatria deve ter por base um conhecimento exaustivo dos mecanismos de controlo motor, com especial relevo dos processos de desenvolvimento e maturação do sistema nervoso. Igualmente fundamental é o conhecimento aprofundado dos componentes do desenvolvimento sensório-motor típico. Estas competências, aliadas à capacidade de análise do comportamento global da criança constituem o pilar do processo de raciocínio clínico norteador da intervenção nesta área específica. Assim, torna-se essencial para o Fisioterapeuta que intervém na pediatria manter uma contínua atualização científica, aliada à permanente discussão de casos clínicos inserida numa equipa interdisciplinar, no sentido de responder com a máxima responsabilidade ao desafio que advém de contribuir para a capacitação da criança e respetiva família, fomentando o seu potencial máximo de desenvolvimento nos vários contextos onde atua. Assim, este Curso foi desenhado no sentido de possibilitar um momento de partilha e discussão entre profissionais que atuam nesta área, pretendendo constituir uma mais valia que se repercuta diretamente na prática clínica com as crianças e suas famílias. Desta forma, aliando a base do conhecimento científico à experiência na observação do comportamento neuro-motor da criança nas inúmeras interações a que é sujeita, espera-se que os participantes desenvolvam as suas competências no processo de raciocínio clínico, justificando o caminho definido para as estratégias de intervenção. Estas deverão sempre objetivar uma influência sobre o processo de aprendizagem, garantindo que através da repetição variada de tarefas significativas o processo fisiológico de seleção das redes neuronais durante o período de desenvolvimento seja o mais adequado, dando assim oportunidade à criança de explorar todo o seu potencial de participação.

  • Compreender os processos de desenvolvimento e maturação neuronais subjacentes ao desenvolvimento global da criança.
  • Relacionar os componentes do desenvolvimento sensório-motor com as vivências da criança.
  • Discutir estratégias de intervenção na criança face ao processo de raciocínio clínico.

Razões para o formando frequentar o Curso:

  • Oportunidade de discussão entre pares do processo de raciocínio clínico em pediatria
  • Partilha de conhecimento relevante relativo ao desenvolvimento da criança com repercussão direta na prática clínica

O curso apresenta uma componente teórica (50%) e uma prática (50%). A componente teórica terá um carácter expositivo estimulando a participação ativa de todos os assistentes. A componente prática será efetuada entre os próprios alunos e recorrendo a modelos artificiais (bonecos).


Cláudia Silva

Licenciada Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto do Instituto Politécnico do Porto/Portugal.

Doutorada pelaFaculdade de Desporto da Universidade do Porto, Portugal, em Ciências do desporto com tese intitulada “Postural controlfunctionassociatedwithupperlimb performance in poststrokesubjects”.

Mestre em Ciência do Desporto - Atividade Física Adaptada, pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto.

Professora Adjunta na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto do Instituto Politécnico do Porto/Portugal, na área de Neurologia (cursos de graduação e pós-graduação).
Supervisora de prática clínica / Orientadora de estudantes de graduação e pós-graduação (doutoramentos e mestrados) em fisioterapia.

Atualmente desenvolve prática clínica na área da intervenção em pediatria, inserida no contexto da Clínica Pedagógica da ESS.PP.

Curso avançado em reabilitação neurológica em adultos, fornecido pela InternationalBobathInstructors Training Association (IBITA) e em reabilitação neurológica de crianças, fornecida pela EuropeanBobathTutorsAssociation (EBTA).

Mais de 15 anos de experiência clínica e de docência, com dezenas de apresentações em reuniões nacionais e internacionais, e publicação de vários artigos em revistas internacionais.

DATAS

7 e 8 de novembro de 2020

 

HORAS

Sábado das 8:30 às 13:00 e das 14:00 às 18:30 horas

Domingo das 8:30 às 13:30 horas

15 horas letiva

Associação Portuguesa de Solidariedade ''Maos Unidas” Rua Sarmento de Beires 19A, 1° andar 1900-410 Lisboa

Partilhar este curso