Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

Quais são as lesões mais comuns no basquete? - 28/02/2019

baloncesto-lesiones-comunes_CROP.jpg

O basquetebol é um desporto que combina as extremidades inferiores, para correr e mover-se dentro do campo, com as extremidades superiores, para devolver a bola, passá-la, etc. É por este motivo que podemos encontrar uma grande variedade de lesões em uma pessoa que pratica o basquete.

É um esporte que envolve a realização de muitos movimentos de corte, saltos e corridas de velocidade. A seguir, veremos as lesões mais comuns entre os jogadores de basquete e também algumas formas para evitá-las.

As lesões mais comuns no basquete são:

  • Ligamento cruzado anterior:

Este ligamento é o encarregado de estabilizar o joelho, também evita que a tíbia se desloque para a frente. Frequentemente, juntamente com a lesão, ocorre uma ruptura do ligamento lateral interno e do menisco interno.

É importante fortalecer os músculos do quadril e pernas (enfatizando os isquiotibiais) para evitar ou reduzir o risco de sofrer a lesão. Os exercícios pliométricos e/ou de salto nos ajudarão a alcançar fortalecer toda esta área.

  • Entorse de tornozelo:

Esta é a lesão mais comum e implica repouso, gelo, compressão e elevação (RICE). Para evitá-la, devemos fortalecer a musculatura do tornozelo, para isso podemos usar uma banda de resistência. Você também pode fazer exercícios em uma placa de equilíbrio para melhorar a estabilidade da articulação.

  • Fratura por estresse

Também chamada de fratura por sobrecarga, aparecem quando se aumenta o nível de atividade de uma forma muito rápida ou se houver um excesso de treinamento. As zonas mais afetadas por esta lesão costumam ser a perna e o pé. Um bom treino para reduzir o risco de lesão é o de tipo transversal, trabalhando alternadamente, e descansando a vez de vários grupos musculares. Praticar exercícios de flexibilidade também é recomendável.

  • Tensão nos tendões

Podem envolver uma inflamação do tendão ou pequenos rasgos no tecido, é o resultado de um desgaste gradual do tendão ou por um uso excessivo ou o próprio envelhecimento. Quando ocorre costuma a se manifestar em forma de dor, rigidez e perda de força da área afetada. Para evitar este tipo de lesões são muito importantes os exercícios de flexibilidade em áreas como quadríceps, isquiotibiais e glúteos.

Devemos saber e lembrar que a prática do esporte muitas lesões poderiam ser evitadas se se trabalhar a prevenção com um bom fisioterapeuta esportivo.