Cursos Online Seminários gratuitos Fisiofocus TV Masterclasses Internacionais Blog Contacto

A importância das especializações em Fisioterapia - 19/05/2022

especializaciones-fisioterapia_CROP.jpg

São muitas e variadas as áreas da fisioterapia em que um fisioterapeuta se pode especializar. É importante especializar num campo da fisioterapiapara poder conhecer as patologias dessa área e abordar melhor os sinais e sintomas e desta forma, também se conseguirá dar um tratamento mais adequado aos pacientes. Estes agradecem que o seu fisioterapeuta seja um profissional especializado.

Embora a especialização seja importante, não devemos esquecer que há patologias que afectam muitas áreas da fisioterapia e que se devem conhecer para se poderem reabilitar devidamente.

Algumas das especializações , mais comuns, em fisioterapia e com ampla possibilidade de saída profissional são:

Fisioterapia desportiva

 

Um fisioterapeuta especializado em fisioterapia desportiva tem como objectivo ajudar os desportistas, tanto de elite como a nível amador, em todo o processo de reabilitação relacionado com uma lesão.

 

Fisioterapia neurológica

 

Dentro da fisioterapia neurológica encontramos uma grande variedade de pacientes, desde crianças a adultos. A finalidade desta especialidade, tendo em conta a fase em que se encontra o paciente, é diversificada: aliviar os principaisproblemas, evitar a rigidez, a espasticidade muscular e o anquilosamento. Pode chegar a conseguir ajudar na funcionalidade dos AVDs, de uma forma individualizada, tento em conta as capacidades de cada paciente.

 

Fisioterapia do soalho pélvico

 

Esta área, também designada por fisioterapia uroginecológica trata tanto homens como mulheres. A finalidade desta especialização é que permite ajudar nas disfunções do soalho pélvico, desde a incontinência urinária às disfunções sexuais, passando por resolver problemas de diástase abdominal.

 

 

Fisioterapia músculo-esquelética

 

A especialização em fisioterapia músculo-esquelética é a que trata de patologias relacionadas com os ossos, cartilagens, articulações, ligamentos, músculos e tendões assim como do sistema nervoso periférico e central. Muitas das patologias desta área relacionam-se com más poaruras adoptadas pelos pacientes.

 

Fisioterapia pediátrica

 

A fisioterapia pediátrica engloba todas as crianças dos 0 aos 16 anos de idade. Nos primeiros anos de vida é importante poder detetar possíveis patologias para corrigir e poder melhorar no seu futuro, assim como diminuir a carga social e financeira das suas famílias. O fisioterapeuta pediátrico pode ajudar com as cólicas dos bebés, com a psicomotricidade, problemas respiratórios, entre muitos outros.

 

É através da correcta avaliação funcional de uma criança que se faz um diagnóstico funcional para intrevir da forma mais adequada e individualizada com os diferentes pacientes.

 

Se te queres especializar em alguma área da fisioterapia, descobre todas as especialidades universitárias que te oferecemos: soalho pélvico, neurologia, pediátrica, músculo-esquelética ou desportiva.