Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

A importância da fisiopatologia e da biomecânica no tratamento das lesões esportivas - 18/07/2019

fisiopatologia-biomecanica-lesiones-deportivas_CROP.jpg

A fisioterapia esportiva é uma especialidade da fisioterapia que abrange a prevenção e tratamento das lesões, bem como a reabilitação dos tecidos para a prática esportiva.

Não se trata apenas de fisioterapia a um grupo específico, a fisioterapia esportiva deve ir mais longe para conseguir a reinserção imediata do atleta para a competição.

Falamos nestas linhas sobre o tratamento das lesões esportivas. Na maioria dos casos, não podemos dizer que o atleta esteja totalmente recuperado de sua lesão quando reinicia a prática esportiva, e é aqui onde esta especialidade cobra interesse e, por sua vez, implica em maior conhecimento e destreza de suas técnicas.

Por um lado, o conhecimento da fisiopatologia dos tecidos e seus tempos de cicatrização, deve ajudar a acelerar os tempos de recuperação: O conhecimento das diferentes fases da fisiopatologia do tendão expostas na teoria do continium de Cook (Jill Cook, 2016), bem como a resposta ao estímulo mecânico dos tenocitos (Júri, 2017), permitem orientar o nosso trabalho para técnicas que acelerem os processos de reparação como excêntricos, isométricos ou eletroterapia (Jeremias et al., 2011; Word et al., 2010; Rees et al., 2008; Alfredson, H., 2010 e Benito, E., 2016; Bases, 2018). Conhecer o comportamento pizoeléctrico do tecido ósseo e como gerar cargas electronegativas e evitar as electropositivas para acelerar o processo de remodelação óssea (Duarte, 2011). A necessidade de estimular através de contração muscular concêntrica a cicatrização de uma ruptura do tecido (Angulo, 2010).

Por outro lado, um conhecimento adequado da biomecânica articular permitirá executar técnicas de contenção como a bandagem funcional (Bové, 2010) de forma que minimicemos os riscos associados à prática esportiva com essa lesão: As deformações de varo anterior do pé ou hiperpronación e a sua afectação ao tendão de Aquiles (Irwuin, 2010). Conhecer a direção das fibras quebradas e o momento em que a máxima síntese de colágeno permite arriscar na reentrada, à prática esportiva após um entorse de algum ligamento. E entender como a correção de uma mobilidade inadequada da pelve pode acelerar o tratamento de uma tendinopatía de inserção isquiotibial (Janda, V., 1996; Kramer, 2009), podem levar ao tratamento e prevenção de muitas lesões.

 

Se você quiser se especializar neste ramo de fisioterapia, descubra tudo o que você pode aprender no "EXPERTO UNIVERSITÁRIO: Fisioterapia esportiva e reabilitação", coordenada por Elisa Bento.

 

ELISA BENITO MARTINEZ

Fisioterapeuta especializada em fisioterapia esportiva e doutora em atividade física e saúde

 

Referências bibliográficas:

Cook, J. L; Rio, E., Purdan, C. R. e Docking, S. I. (2016) Revising the continuum modelo f tendon site oficial: what is its merit in clinical practice and research? Br J Sports Med, 50, 1187-91.

Jurado, e Medina, I. (2017) Tendão: Avaliação e tratamento em Fisioterapia. Escolas Tradicionais: Barcelona.

Jeremia, S.L., Camanho, G. L., Bassit, A.C., Forgas, A., Ingham, S. J. & Abdalla, R. J. (2011). Lowintensity pulsed ultrasound accelerates healing in rat calcaneus tendon injuries. J Orthop Sports Phys Ther, 41, 526 – 531.

Wood, V. T., Pinfildi, C. E., Neves, M. A., Parizoto, N. A., Hochman, B. & Ferreira, L. M. (2010). Collagen changes and realignment induced by low-level laser therapy and lowintensity ultrasound in the calcaneal tendon. Lasers Surg Med, 42, 559 – 565.

Rees, J. D., Lichtwark, G. A., Wolman, R. L. & Wilson, A. M. (2008). The mechanism for efficacy of eccentric loading in Achilles tendon injury; an in vivo study in humans. Rheumatology, 47, 1493- 1497 – 1497.

Alfredson, H. (2010) Conservative management of achilles tendinopathy: new ideias. Ankle Foot Clin., 10, 321-329.

Benito, E (2016) Physiotherapys protocol approach to the insertional achilles tendinopathy. JOURNAL OF HUMAN SPORT & EXERCISE,11 (3), 358 -366.

Bases, A., Cook, J., Gómez, M. A., Rafael, M. A, Reis, C., Medeiros, B. e Lourenço, A. (2018) Effects of strength protocol combined with electrical stimulation on patellar tendinopathy: 42 months retrospective follow-up on 6 high-level jumping athletes. Phys Ther Sport, 34, 105 – 112.

Duarte, V., Torres, G. e Cerrolaza, M (2011) Comportamento pizoeléctrico do osso, utilizando o método de elementos de controle MEC. Mecânica Computacional, 30, 3395-3402.

Angulo, C. (2010) Biomecanica dos tecidos do aparelho locomotor: Biomecanica dos tendões. REDUCA, 2 (3), 1-13.

Bove, T. (2005) Bandagem Funcional. Elsevier: Barcelona

Irwin, T. (2010). Current concepts review: Inserctional Aquilles tendinopathy. Ankle Foot Int, 31, 933 - 939. 14.

Janda V. (1996) Evaluation of muscular imbalance. Em: Liebenson C, editor. Rehabilitation of the spine. Baltimore: Lippincott Williams & Wilkins. p. 97-112.

Kraemer R, Knobloch K. (2009) Soccer-Specific Equilíbrio Training Program for Hamstring Muscle and Patellar and Achilles Tendon Injuries. Am J Sports Med, 37, 1384-93.