Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

O que é a artrose cervical? - 17/01/2019

artrosis-cervical_CROP.jpg

A artrose cervical ou cervicoartrosis é uma das principais causas da dor cervical e costuma aparecer a partir dos 50 anos. Esta patologia ocorre quando há uma lesão ou degeneração da cartilagem nas articulações da coluna cervical, pode ser por causa de fatores genéticos e ambientais, assim como também de traumas, infecções ou malformações congênitas.

A cervicoartrosis afeta de forma direta os discos intervertebrais da parte superior da coluna, de forma mais específica na parte das cervicais em C5-C6 e C6-C7.

 

Sintomas da artrose cervical

O sintoma mais comum desta patologia é a dor de garganta aparece quando este realiza movimentos. Na maioria dos casos, o paciente não terá sensação de formigamento ou perda de força no braço ou mão.

Outro sintoma é a rigidez da área do pescoço, que limita os movimentos deste. Também podem aparecer alterações visuais ou zumbido nos ouvidos, crujimientos durante o movimento e dor de cabeça.

 

Dicas para aliviar a dor da artrose cervical

Devemos evitar movimentos ou posturas forçadas da coluna cervical. Há que ter consciência disso, sobretudo, no trabalho, onde a maioria das pessoas, está muitas horas sentado na mesma posição.

Para dormir, há que tentar evitar dormir com travesseiro muito largas, é melhor escolher uma almofada baixa e confortável.

Se a dor é aguda, é recomendado o repouso do pescoço, que se pode obter com um ralo.

Você também pode optar por um tratamento com medicamentos para diminuir e conseguir aliviar a dor.

Uma opção que ajudará a melhorar a dor decorrente desta patologia é a realização de exercícios para fortalecer a musculatura do pescoço.

Alguns dos exercícios que podem ajudar a diminuir a dor, e consequentemente melhorar o dia-a-dia do paciente são: um auto-massagem cervical com um pedaço de pau (rolando de cima para baixo e vice-versa) e/ou realizar o estiramento do esternocleidomastoideo (trata-se de um músculo muito importante para a zona cervical, já que a provê de muitos movimentos.

Se a dor permanece, é aconselhável recorrer a um profissional de saúde para que possa ajudar a aliviar a dor e dar orientações para evitá-lo no futuro.