Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

Quais técnicas de fisioterapia são usados no tratamento de disfunções do aparelho locomotor? - 05/07/2018

tto-disfunciones-locomotor_CROP.jpg

O modelo de saúde baseado na abordagem biomédica, onde a dor é igual a infracção tiver sido ultrapassado nos últimos dez anos por uma abordagem centrada na pessoa e em um modelo de atenção biopsicossocial (1,2), onde a investigação das alterações do movimento e os subtipos de dor por parte de fisioterapeutas de âmbito nacional e internacional, contribuíram para soluções mais eficazes em relação distúrbios músculo-esqueléticos agudos, como o entorse de tornozelo(3), pós-cirúrgicas, como o protocolo de espetacular linha ferroviária rhb de um LCA (4), e na cronicidad de doenças prevalentes, como a dor lombar crônica não específica (5), o cotovelo de tenista (6), a fascite (7), ou a dor de garganta comum (8).

Para dar resposta a estas doenças , a fisioterapia utiliza ferramentas próprias baseadas no raciocínio clínico, a terapia manual, exercícios terapêuticos e treinamento neuromuscular.

O raciocínio clínico permite ao fisioterapeuta fazer o melhor diagnóstico possível e objetivar a abordagem terapêutica mais eficaz plausível com a realidade biológica da doença e a expectativa do paciente, introduzindo diretrizes de educação sobre o manejo da dor e a conduta do movimento funcional (9).

A terapia manual inclui as mobilizações articulares com todas as suas vertentes: passivas, autoasistidas ou manipulações, onde o desafio é usar de acordo com a evidência disponível, a técnica mais eficaz de acordo com a patologia, disfunção e região anatómica do caso clínico (10).

O exercício terapêutico inclui todas as modalidades de ativação e reforço muscular, onde se joga com as diferentes modalidades de contração muscular para tratar o sistema musculoesquelético e osteoarticular. Não em vão se busca melhorar a tolerância à insuficiência excêntrica de um tendão, bem como o aumento da resposta motora de acordo com o grau de estimulação (11).

O treinamento neuromuscular inclui todas as modalidades de propriocepção e melhora do controle motor, onde a reatividade e a coordenação são seus principais objetivos. Para isso, procura-se exercícios específicos de acordo com o caso e patologia, bem como afinidade para o esporte ou relação de trabalho, para melhorar a adesão terapêutica e a continuidade do tratamento fora do centro de saúde. A utilização do videoanálisis permite arredondar uma proposta integral com a melhora da compreensão clínica e o grau de envolvimento do usuário sobre a sua lesão (12).

 

Se você quiser se especializar neste ramo de fisioterapia, descubra tudo o que você pode aprender na "FORMAÇÃO DE pós-GRADUAÇÃO UNIVERSITÁRIA: Curso superior de graduação em fisioterapia do aparelho locomotor: diagnóstico, terapia manual e exercício terapêutico", coordenada por Rafael Donat.

 

RAFAEL DONAT ROCHA

Fisioterapeuta especialista em Fisioterapia do aparelho locomotor

 

Referências bibliográficas:

1. Booth, John, et al. "Exercise for chronic musculoskeletal pain: a biopsychosocial approach." Musculoskeletal care 15.4 (2017): 413-421.

2. Caneiro, J. P., and Leo Ng. "A person-centred biopsychosocial approach to back pain in sport." Sport Health 34.1 (2016): 36.

3. Feger, Mark A., et al. "Supervised rehabilitation versus home exercise in the treatment of acute ankle sprains: a systematic review." Clinics in sports medicine 34.o-2 (2015): 329-346.

4.Bregenhof, Bo, et al. "The effect of targeted exercise on knee-muscle function in patients with persistent hamstring deficiency following ACL reconstruction–study protocol for um estudo clínico controlled trial." Trials 19.1 (2018): 75.

5. Qaseem, Amir et al. "Noninvasive treatments for acute, subacute, and chronic low back pain: a clinical practice guideline from the American College of Physicians." Annals of internal medicine 166.7 (2017): 514-530.

6. Bateman, Marcus, et al. "Current physiotherapy practice in the management of tennis elbow: A service evaluation."Musculoskeletal care (2018).

7. Fraser, John J., et al. "Does manual therapy improve pain and function in patients with plantar fasciitis? A systematic review."Journal of Manual & Manipulative Therapy 26.2 (2018): 55-65.

8. Sremakaew, Munlika, et al. "Effects of local treatment with and without sensorimotor and balance exercise in individuals with neck pain: protocol for um estudo clínico controlled trial." BMC musculoskeletal disorders 19.1 (2018): 48.

9. Wijbenga, M. H., T. Bovend'Eerdt, and E. W. Driessen. "Learning clinical reasoning in the physiotherapy local de trabalho: a qualitative study." Physiotherapy 102 (2016): e162-e163.

10. Wassinger, Craig A., et al. "Cervical & thoracic manipulations: acute effects upon pain pressure threshold and self-reported pain in experimentally induced shoulder pain." Manual therapy 21 (2016): 227-232.

11. Palmer, Shea, et al. "The effectiveness of therapeutic exercise for joint hypermobility syndrome: a systematic review."Physiotherapy 100.3 (2014): 220-227.

12. Sugimoto, Dai et al. "Specific exercise effects of preventive neuromuscular training intervention on anterior cruciate ligament injury risk reduction in young females: a meta-analysis and subgroup analysis." Br J Sports Med (2014): bjsports-2014.