Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

Cuide de sua assoalho pélvico durante a gravidez - 26/01/2017

embarazada-suelo-pelvico_crop.jpg

Cursos relacionados

Suelo pélvico y maternidad
Jaén, Coruña, Salamanca, Oviedo, Bilbao, Barcelona, Logroño, Madrid, Málaga y Alicante
Info

Se você já ouviu falar do assoalho pélvico saberás que engloba todas as estruturas anatômicas que fazem parte a parte inferior da pelve.

Toda esta parte do corpo é a encarregada da continência da urina e das excreções, sustentar as vísceras (bexiga, uretra, útero, vagina, reto e ânus) e da função sexual e reprodutiva. É nesta última função que queremos enfatizar.

O assoalho pélvico é uma área muito pouco exercitado e é muito importante não deixar de lado essa parte de nosso corpo, mais ainda no caso das mulheres grávidas. Durante a gravidez, devido ao crescimento do feto, os músculos do assoalho pélvico são submetidos a uma pressão constante e mais elevado do que o habitual. Se o assoalho pélvico aumenta a tensão, encontramos outra área que relaxa: as regiões abdominal e perineal. Ambos mudanças podem causar prisão de ventre e também incontinência urinária, devido a alterações anatômicas produzidos na bexiga e uretra, sobre tudo durante os últimos meses da gravidez.

Por estes motivos é importante que durante a gravidez tenhamos um cuidado especial do assoalho pélvico. Para poder reduzir estas alterações, e realizar exercícios adequados, é recomendável recorrer a um fisioterapeuta especializada em uroginecologia e obstetrícia.

O que deve ter em conta e você pode fazer para cuidar de seu assoalho pélvico durante a gravidez?

  1. Tome consciência de seu assoalho pélvico. Não sabia da grande importância desta área? Agora que você já sabe que existe e que benefícios poderia dar ejercitarla teste de sentar-se em cima de uma toalha enrolada ou até mesmo um travesseiro e perceber como toda a área fica e mantém contato com a toalha.
  2. Aprenda a contrair e relaxar os músculos. Este tipo de aprendizagem se realiza com diferentes exercícios que seu fisioterapeuta pode ensinar-te. Tenha cuidado e não se esqueça de respirar sempre que realizar este tipo de exercícios, realizados em apnéia pode ser contraproducente.
  3. Ativa o transverso. Este músculo que rodeia o nosso abdômen, como se de uma faixa se tratasse, é esta a função que devemos fazer com que o músculo transverso faça. Te ajudará a manter o centro de gravidade e baixar a pressão das lombares.
  4. Cuide de sua postura. Além de realizar os exercícios que lhe recomendará o seu fisioterapeuta, cuide de sua postura ao longo do dia, e aplica os conhecimentos adquiridos com o especialista e os exercícios.
  5. Mantenha-se ativa. Se o médico não te diz o contrário, realiza algum tipo de atividade física, suave, sem que haja nenhum tipo de impacto.
  6. Aprende a técnica da massagem perineal. Ajudar-Te-á o dia do parto e é eficaz para evitar danos durante este.

O fisioterapeuta irá ajudá-lo com os exercícios durante a gravidez e é importante que você siga realizándolos durante o parto, para que o seu assoalho pélvico voltar a sua posição natural, de forma correta e tenha uma recuperação saudável.



Cursos relacionados

Suelo pélvico y maternidad
Jaén, Coruña, Salamanca, Oviedo, Bilbao, Barcelona, Logroño, Madrid, Málaga y Alicante
Info