Cursos presenciais Workshop Fisiofocus TV Blog Contacto

O que é a fisioterapia do aparelho locomotor? - 24/05/2018

fisioterapia-aparato-locomotor_CROP.jpg

O aparelho locomotor ou sistema neuromusculoesquelético, é constituído por ossos, cartilagens, articulações, ligamentos, músculos e tendões. Este sistema funcional, estágestionado pelo sistema nervoso periférico e central. Para tratar qualquer doença que afete alguma destas partes do corpo, podemos considerar aplicar a fisioterapia do aparelho locomotor, através de um estudo previodel movimento alterado e o dano estrutural que exista, com a finalidade de aplicar as técnicas adequadas para oferecer o máximo de benefícios.

É muito importante ter presente o devido cuidado do sistema que assegura a independência funcional do indivíduo, já que pode nos ajudar a evitar dores e disfunções de futuro, muitas delas decorrentes das más posturas. Entendemos por postura e a forma em que se mantém o corpo quando estamos sentados ou deitados,de pé ou em movimento.

Algumas das consequências que podemos sofrer por causa de adotar posições erradas ao fazer as atividades laborais, sociais ou cotidianas são:

  • Dores articulares por compressão ou sobreestiramiento
  • Dores musculares por contratura ou fraqueza
  • Dores de cabeça

Além destas patologias também podemos encontrar-nos, outras patologias altamente comuns entre a população, tratáveis pela fisioterapia, como são:

  • De forma mais aguda:
    • Luxações
    • Entorses
    • Rupturas
    • Fraturas
  • Dentro da cronicidad podemos encontrar:
    • Tendinopatias como cotovelo de tenista, a tendinopatía do manguito rotador do ombro ou do tendão de Aquiles ou o tendão rotuliano em pé e joelho respectivamente, como as afecções mais prevalentes do tendão.
    • Neuropatias, como a síndrome do túnel do carpo na mão ou síndromes radiculares cervicais ou lombares no tronco.
    • Artrose degenerativa onde importa compreender o gesto postural ou de movimento que produziu o seu aparecimento
    • Artrite, doença reumática que cursa a surtos e cabe articular um trabalho em equipe com os médicos especialistas sobre a importância da medicina na fase quente e a importância da fisioterapia na fase fria ou de referência.
    • Dor crônica como uma entidade própria, coexistent com qualquer patologia que possa resultar em um pior estado e um pior prognóstico de saúde por parte da pessoa que o sofre

Para evitar o aparecimento destas patologias dentro da prevenção primária, ou se já existem, evitar a sua cronificación, é recomendável recorrer a um fisioterapeuta, para que possa avaliar seu estado de saúde e, posteriormente, dar algumas orientações para melhorar o nosso dia-a-dia. Estas orientações deverão ser revistas para poder corrigir pequenos erros que possam estar ocorrendo.

 

Se você quiser se especializar neste ramo de fisioterapia, descubra tudo o que você pode aprender no "EXPERTO UNIVERSITÁRIO: Fisioterapia manual musculoesquelética" que organizamos em Valência ou o "ESPECIALISTA UNIVERSITÁRIO: Fisioterapia do aparelho locomotor: diagnóstico, terapia manual e exercício terapêutico", que organizamos em Barcelona.